AS 10 NOTÍCIAS MAIS LIDAS

CLIQUE AQUI

OS 10 VÍDEOS MAIS VISTOS

CLIQUE AQUI
Imprimir

Mulher corta o pênis do marido

Publicado .

A filha dela, de 6 anos, contou para a avó que teria sido molestada pelo padrasto. Revoltada, a mãe da criança se vingou

Ao suspeitar que a filha de 6 anos de idade havia sido molestada sexualmente pelo padrasto, uma mãe de 26 anos, de Cachoeiro de Itapemirim, tomou uma atitude drástica: aproveitou que o seu marido estava dormindo e cortou seu pênis com uma faca de cozinha.

O fato ocorreu às 23h45 de segunda-feira, num bairro de periferia da cidade. Quando a polícia chegou à residência, o padrasto da menina, um conferencista de carga, de 26 anos, estava do lado de fora com as mãos sobre o órgão genital, que ficou preso por um pequeno pedaço de músculo e pele.

 A avó da criança foi a primeira a saber do abuso e contou para a filha. Ela disse que ficou com raiva do marido e não conseguiu falar com ele. Esperou que dormisse, pegou a faca e cortou o seu pênis.

 “Estava de cabeça quente e tomei a atitude para que nunca mais fizesse isso com minha filha”, contou a mãe, que é auxiliar de serviços gerais e foi presa.

O homem foi socorrido pela Polícia Militar e levado para a Santa Casa. No hospital, ele passou por cirurgia de reparação e está se recuperando. Já a mulher dele foi presa e autuada em flagrante por lesão corporal grave, com pena que varia de dois a oito anos.

MOLESTADA
A menina teria sido molestada por duas vezes. Na primeira ocasião há alguns meses, quando a família vivia na roça, e no sábado, enquanto a mãe trabalhava. A garota contou para a avó, de 49 anos.

Amenina está, provisoriamente, sob os cuidados do pai, de 37 anos. “Nunca imaginei que ele (o padrasto) pudesse fazer isso, pois sempre cuidou da menina como filha. Se realmente o que dizem ocorreu, eu não a culparei pois qual mãe não defende sua filha? Vou cuidar da minha menina até ela sair”, contou o pai.

O delegado Faustino Antunes informou que nesse caso não cabe fiança.

A menina foi submetida a exames no Instituto Médico Legal (IML) para constatar se ela sofreu abuso sexual. O resultado deve sair hoje e o padrasto pode ser preso.

DEPOIMENTO
“Só queria proteger minha filha”
“Eu fazia unha quando minha mãe, que é deficiente visual, chegou e me perguntou sobre o que eu faria se o meu marido abusasse de minha filha.

Achei a pergunta estranha e forcei a barra até que ela me contou o que minha filha havia falado. Não consegui conversar com meu marido.Sentia muito ódio e nojo.

À noite, levantei da cama, peguei a faca e cortei o pênis dele para que não fizesse isso nunca mais com minha filha. Eu chamei a polícia porque ele tinha que ser preso.

Porém, como fiz justiça com minhas próprias mãos, também fui presa. Eu só queria proteger minha filha. Me arrependo porque estou sem minha filha, minha mãe não tem como cuidar dela”

Fonte: A Tribuna ES