AS 10 NOTÍCIAS MAIS LIDAS

CLIQUE AQUI

OS 10 VÍDEOS MAIS VISTOS

CLIQUE AQUI
Imprimir

Magno Malta quer a infiltração de polícia na Internet para investigar a pedofilia

Publicado .

Segundo a justificação do projeto, de autoria da CPI da Pedofilia, assinado pelos senadores Magno Malta (PR/ES) e  Paulo Paim (PT/RS) a pedofilia tem sido muitas vezes praticada pela Internet, meio que ainda tem pouca investigação e ação do Estado no combate aos crimes virtuais. Por isso, a necessidade de permitir a infiltração de agentes policiais no meio para obter provas
 
O projeto, criado pela CPI da Pedofilia, altera o Estatuto da Criança e do Adolescente, para prever a infiltração de agentes da polícia na Internet, com objetivo de investigar os crimes contra a liberdade sexual de criança e adolescente (pedofilia). A investigação será precedida de autorização judicial, de acordo com as circunstâncias e com fundamentos, estabelecendo limites para a forma como a prova será obtida, desde que ouvido o Ministério Público (MP). A infiltração não será admitida se a prova puder ser obtida por outros meios.

Imprimir

Xuxa perde processo movido contra o Google para retirar filme de pedofilia da rede Mundial

Publicado .

A eterna rainha dos baixinhos foi derrotada na justiça por um gigante. Xuxa Meneghel – que tentava impedir que o buscador associasse o nome dela ( fotos e vídeos) a pesquisas relacionadas a pedofilia – saiu derrotada do STF. O recurso apresentado pela loira – que pedia que o caso fosse reaberto após o STJ entender que o Google não poderia se responsabilizar nem fiscalizar páginas que não pertencesse a ela – foi negado pelo ministro Celso de Mello.

o que Xuxa quer esquecer, esconder? As imagens e vídeos do longa “Amor Estranho Amor” (1982).

Por: Circolare

Imprimir

Pedófilo relata tentativas de tratamento, o descontrole e Magno Malta quer afastamento de abusadores de crianças da sociedade.

Publicado .

Para o senador Magno Malta (PR/ES), presidente da CPI da Pedofilia, a única solução para o problema do abuso de crianças é a prisão perpétua. "Eu acho que tem doença, mas tem safadeza, tem molecagem, tem demônio. Quando as pessoas falam em tratamento, eu não conheço nenhum que foi tratado", plavras do senador, referência internacional nesta pauta.
 
Marcos* tem 52 anos, dois filhos adolescentes, uma esposa e um emprego. Ele também tem culpa - a culpa de quem cometeu um crime e teve que ir para a cadeia para perceber que precisava de ajuda. A culpa de quem tem uma doença que é associada quase automaticamente a um crime: pedofilia, termo médico para o desejo sexual por crianças.

Imprimir

Dom Azcona, o bispo defensor das crianças, merece todas homenagens

Publicado .

Em reconhecimento ao incansável apoio dado à CPI da Pedofilia presidida pelo senador Magno Malta (PR/ES) na árdua guerra contra os abusadores de crianças que agiam impunemente, a Assembleia Legislativa do Pará homenageou com a comenda Mérito Nossa Senhora de Nazaré o bispo do Marajó, Dom José Luiz Azcona. A solenidade foi nesta quinta-feira, às 9 horas. A honraria foi criada em 2001 para homenagear pessoas com atuação destacada em prol da Igreja Católica. “Dom Azcona é um aliado fiel. Foi ele, que com muita coragem, levou o problema da pedofilia no Brasil para o Vaticano, pedindo providências ao Papa. Estou feliz com esta noticia, pois tenho admiração e respeito por este bispo corajoso que honra a Igreja Católica", disse Magno Malta.

Assessoria de Imprensa

Imprimir

Números eloquentes

Publicado .

Os números são eloquentes, mas o governo PT, assim como muitos candidatos petistas, insistem em fingir de surdo. O governo sabe, mas finge não perceber o óbvio: que a maioria dos brasileiros é contrária ao aborto, contrária ao “casamento” homossexual e contrária à legalização da maconha. É o que constatou recente pesquisa realizada pelo Instituto Ibope e divulgada no dia 4 último.

Só lamento que as cifras relativas às pessoas contrárias a práticas tão antinaturais — práticas tão opostas às Leis de Deus — não sejam ainda mais elevadas, mas, em qualquer caso, a maior parte é contra. Ufa!

Imprimir

Google multado em R$ 2,6 milhões por não disponibilizar dados de suspeito de pedofilia

Publicado .

A 3ª Vara Federal de Santa Maria fixou em R$ 2,6 milhões o total da multa a ser aplicada à Google Brasil Internet Ltda. Segundo o juiz Gustavo Chies Cignachi, a empresa levou mais de três anos para apresentar as informações solicitadas em um inquérito policial que investigava a distribuição internacional de pornografia infantil.

A investigação policial teve início em 2008 em Santa Maria, a partir de uma série de fotos publicadas no Orkut, contendo imagens de crianças e adolescentes em trajes e poses com caráter sexual. Com subsídios fornecidos por um provedor de internet local, foi possível identificar os dados usados na criação da conta no site de relacionamentos, o que levou o Ministério Público Federal a requerer a quebra de sigilo em relação ao e-mail do usuário.