Autor: Luis

Benefícios da Chia

Chia, ou Salvia hispanica, é uma semente poderosíssima, originária da Guatemala. Esse alimento é muito poderoso, ele pode ajudar a evitar e controlar uma série de doenças graves.

Essa semente é tão importante que, desde a antiguidade nossos ancestrais a cultivavam, visavam obter os benefícios que esta semente propicia para a nossa saúde. Por se tratar de um alimento versátil, a Chia pode ser consumida de várias maneiras.

Ela pode ser consumida em vitaminas comuns de frutas, em sucos, ou em acompanhamento com demais alimentos. Nutricionalmente falando, a Chia é muito poderosa; consumindo este alimento, você poderá ter a certeza de que estarás se apossando de benefícios valiosíssimos para a sua saúde.

A seguir iremos falar justamente quais são esses benefícios da Chia. Mas o que realmente essa semente proporciona? essa e outras pergunta descobriremos logo mais.

Emagrece: Se colocarmos um pouco de chia em um recipiente com  água da noite para o dia, a semente absorverá uma boa parte dessa água para si. Após essa absorção, a água se transforma em uma espécie de gel.

Ao consumir a Chia, este alimento sacia o estômago, visto que este gel tende a ser digerido mais vagarosamente, e dessa forma o estômago fica saciado por mais tempo. Conclusão: a pessoa come menos, pelo fato de estar com o estômago cheio, e com isso, emagrece mais rapidamente.

Protege o coração:  O Ômega 3 existente na Chia, diminui a pressão arterial, complicação essa que pode ocasionar o infarto. Além disso, essa mesma substância evita a coagulação de sangue, e elimina o excesso de colesterol ruim.

Previne a temida diabetes: As fibras da Chia previne e evita que o açúcar existente no estômago seja processado rapidamente. Com isso, o teor de glicose no sangue flui lentamente; caso haja uma quantidade exacerbada de glicose sendo processada, a resistência à insulina é desencadeada, podendo ocasionar a diabetes no decorrer dos anos.

Diminui o LDL: O LDL é o colesterol ruim, que pode provocar complicações cardíacas por exemplo. O Ômega 3 elimina categoricamente o excesso desse colesterol ruim, e além disso, a outra vantagem é que a Chia aumenta a quantidade de HDL, que é o colesterol bom.

Fortalece os ossos: O nosso corpo precisa de cálcio e Vitamina D para fortalecer os ossos. A Chia é um alimento riquíssimo em cálcio, consumindo esse alimento, tenha certeza de que estarás consumindo um nutriente essencial para os nossos ossos. Quanto à Vitamina D, tome 30 minutos de sol todos os dias para obtê-la.

Potencializa o cérebro: Eis um dos benefícios da Chia mais notórios. Por possuir uma quantidade significante de Ômega 3 e 6, a Chia propicia proteção dos neurônios, e aumenta a capacidade de memorização.

Esses benefícios são providos do ácido graxo Ômega 3, que inclusive se tornou famoso ultimamente devido às propagandas midiáticas envolvendo a substância em questão. Além da Chia, esse ácido também é encontrado nos peixes, como atum sardinha e salmão; além das cápsulas manipuladas em laboratórios, como fora dito anteriormente.

Combate a celulite: Boa notícia para as mulheres, a Chia possui o Ômega 3 como dissemos. Essa substância é anti-inflamatória, e com isso, ela elimina o excesso de celulites. Neste artigo, você encontra outros métodos para acabar com as celulites

Leia Mais

Chá abortivo veja quais são eles e como evitá-los

Você sabe o que é um chá abortivo? hoje iremos explicar como funciona esses chás, e além disso, iremos citar quais são eles.

De início, iremos explicar o que é um chá chá abortivo. Bom, um chá abortivo como o nome mesmo já indica, é uma bebida que se tomada no período de gestação, pode causar o aborto espontâneo no início da gravidez

Com isso, o feto não se forma como deveria, e há a possibilidade de haver hemorragia. A consequência disso é que a mão sofre um aborto espontâneo. Caso não haja o aborto, pode ser que a criança nasça com algum tipo de deficiência.

Isso se deve ao fato de haver uma má formação fetal, pois supostamente o chá abortivo atuou pejorativamente no útero. Por exemplo, quando mães tentam o aborto convencional, se não houver êxito no ato, pode ser que a criança nasça com alguma deficiência; ou seja, tanto o aborto comum quanto o chá abortivo, agem da mesma maneira.

Não há um consenso científico sobre os danos do chá abortivo. A sustentação da tese de que existe chá abortivo, vem de relatos e comprovações teóricas.

Por exemplo, o chá abortivo é tido  como um elevador da pressão arterial. No período gestacional, a hipertensão pode causar contrações uterinas, o que consistiria em aborto ou má formação fetal, devido à hemorragia.

Lista de chás abortivos

  • Angélica;
  • Jurubeba;
  • Carqueja;
  • Romã;
  • Hortelã;
  • Artemísia;
  • Arruda;
  • Canela;

Esses são apenas alguns dos principais e mais conhecidos chás que são considerados abortivos.

Posso tomá-los durante a gravidez?

A pergunta que fica no ar é essa: posso tomar chá abortivo na gravidez, já que não há comprovações científicas?

Não é recomendável, por mais que a ciência não tenha comprovado esta tese, há inúmeros relatos de mães que sofreram abortos espontâneos. Além disso, os efeitos colaterais desses produtos podem causar danos à formação do feto.

No período de gestação, é importante manter uma boa alimentação, priorizando sempre as frutas e verduras. Chás em si, não são recomendáveis, nuca se sabe ao certo quais os efeitos danosos dessas bebidas, por isso, é importante evitá-los.

Ervas indicadas

Logo acima eu disse que chás não são recomendáveis para o consumo na gestação, todavia eles podem ser consumidos sim, mas é necessário saber quais são os ideais. Não é aconselhável consumir qualquer um.

Os mais indicados para gestantes são o chá de capim-limão, o tradicionalíssimo chá de erva-doce, e também o de camomila. Os principais benefícios deles é promover um sono de qualidade à gestante, além de amenizar a ansiedade, dentre outros benefícios.

Leia Mais

Cabelos oleosos descubra como tratar esse evento

Os cabelos oleosos podem surgir do nada, sem uma explicação aparentemente óbvia. Esse evento pode ter várias origens, entre as principais causas, podemos citar a má higienização, sendo esta o motivo mais provável.

Os cabelos oleosos são perceptíveis, ao tocarmos os fios, dá para perceber tal oleosidade. Além disso, os cabelos oleosos podem desencadear outros sintomas, como ressecamento exacerbado dos fios.

Mas como tratar  os cabelos oleosos? existe quais métodos? falaremos disso logo mais. Você descobrirá que para tratar cabelos oleosos não é necessário adquirir produtos caros. Confira as dicas.

  • Higienização: Lave os seus cabelos por pelo menos  3 vezes na semana. De preferência, utilize xampus hidratantes, pois eles são os mais indicados para contenção da oleosidade ocorrente no cabelo.
  • Uso excessivo de secador: O secador quando utilizado em excesso pode provocar anormalidades como excesso de oleosidade. Além do secador deixar os cabelos oleosos, ele pode ainda provocar queda de cabelo.
  • Babosa: A babosa é ideal para cabelos oleosos. Procure utilizá-la por pelo menos 2 vezes na semana. A babosa ajuda a hidratar os cabelos, evitando assim a queda, ressecamento,  e consequentemente oleosidade excessiva. O que você deverá fazer é remover o gel interno contido na babosa, adicioná-lo em um recipiente,  e logo mais acrescentar um pouco de creme hidratante. Feito  isso, coloque-o sobre os cabelos, e deixe agindo por 20 minutos. Ao final execute uma lavagem nos cabelos, com um xampu hidratante.
  • Banhos quentes: Dissemos anteriormente que o secador por causar oleosidade nos cabelos. Isso ocorre pelo fato de tal aparelho liberar um vapor quente, o que pode provocar uma certa reação adversa no couro cabeludo. Os banhos quentes também podem danificar os cabelos. Sim, e a metodologia é basicamente a mesma, o calor excessivo pode de fato provocar tal oleosidade nos fios. Portanto, sempre tome banho morno ou frio dependendo da estação.
  • Alimentação: A alimentação correta é essencial para  a manutenção dos cabelos. Portanto, sempre se preocupe em consumir os melhores alimentos. Priorize as frutas e as verduras, pois elas contém inúmeros nutrientes benéficos. A vitamina E por exemplo, é uma das melhores amigas dos fios capilares. Priorize sempre os alimentos ricos em vitamina E. Além disso, alimentos gordurosos contendo toxinas podem causar inúmeras anomalias nos cabelos, como é o caso da oleosidade por exemplo.
Leia Mais